História

De volta ao começo

Para contar a história do projeto CEEB é preciso falar de quando ele ainda não era uma ideia estruturada, mas um ímpeto, uma vontade. Desde o início de 2009, um grupo de pessoas nascidas em Santa Inês, atuais residentes de São Paulo, vinha discutindo a possibilidade de se desenvolver um trabalho social e filantrópico em sua terra natal. Eram motivados pelo laço afetivo com a cidade e pelas condições sociais da região.

Diante das características da comunidade de Santa Inês e do estado do Maranhão, eles fundaram uma entidade que pudesse responder a esse anseio por mudança – e assim foi criada a Associação Francisco Cândido Xavier, mantenedora do CEEB. Os fundadores logo concluíram que um trabalho social verdadeiramente transformador deveria trilhar o caminho da educação. Nascia o Centro Educacional Eurípedes Barsanulfo.

Fundamentados na convicção da importância primordial dos cuidados, orientação e educação na primeira e segunda infância – a fim de que a criança possa ter elementos e estímulos para desenvolver plenamente suas potencialidades humanas –, optou-se por atender crianças a partir de quatro anos, idade em que é possível também iniciar o ensino formal.

Foi dessa forma que se decidiu começar o trabalho no projeto CEEB – pela base. A implantação do projeto começaria em 2010 com 55 crianças no Ensino Infantil e a cada ano ganharia escala, sendo finalizada apenas em 2020.

Eurípedes quem?

Eurípedes Barsanulfo foi um médico e educador da cidade de Sacramento (MG) que, em 1908, fundou o colégio Allan Kardec. Pública, sem seriação, nem distinção por idade ou gênero, a escola criada por Barsanulfo admitia docentes negros, praticava aulas ao ar livre e negava práticas violentas comuns à época, como os castigos e a palmatória. Em seu colégio, que funcionou por dez anos, os principais valores eram a afetividade, a autonomia e o diálogo, que permitiam o desenvolvimento de um processo de aprendizagem ativo.

Batizado com seu nome, o CEEB pretende seguir os passos de Barsanulfo, propondo novas possibilidades na realização da aprendizagem e desenvolvendo, a partir da visão humanista e do cuidado integral, transformações sociais por meio da educação.